Weekband #5

Gente, hoje eu vou falar da banda israelense Asaf Avidan que canta um Folk meio rock meio Blues, tirem suas próprias conclusões depois de ouvir, né. Muito hipster, né? Asaf é um cantor, compositor e músic0 nascido em Israel em vinte e três de março de mil novecentos e oitenta. Sua voz já foi comparada a da Janis Joplin e a Robert Plant ( Uau!)

 

Asaf Avidan and the mojos.

  Seus pais eram diplomatas do ministério israelense das Relações Exteriores, e passou quatro anos de sua infância na Jamaica. Após o serviço militar obrigatório em Israel, Avidan estudou animação na Bezalel de Jerusalém Academia de Artes & Design. Seu filme projeto final curta, “Encontre o amor agora”, venceu sua categoria no Festival de Cinema de Haifa naquele ano. Depois de seus estudos, mudou-se para Avidan Tel Aviv e trabalhou como animador, até que um rompimento com sua namorada de longa data balançou seu mundo e o fez voltar para Jerusalém, largou o emprego e virar em tempo integral ao seu hobby se-até-então – a música. Depois disso lançou seis canções sobre rompimento que posteriomente constituiria o seu EP de estreia, “Agora que você está deixando”, que foi lançado de forma independente em 2006 e aclamado pela crítica.

 

Em julho de 2011, após uma turnê de verão que vi dividindo o palco com Robert Plant, Ben Harper e Lou Reed, entre outros, Asaf Avidan & the Mojos anunciou que eles estão tendo uma pausa por tempo indeterminado. Uma pena, diga-se de passagem.

Sozinho Asaf Avidan lançou dois albúns, o  Avidan In A Box e o Different Pulses, além do EP  Now That You’re Leaving. Com a banda ~ the mojos ~ lançaram três CDS e um single: The Reckoning, Poor Boy / Lucky Man,  Through the Gale e o EP: Reckoning Song.( esqueçam o CD porque o single é simplesmente sensacional, brincadeira… ouçam os CDS também. )

 

 

O refrão dessa música não sai da minha cabeça! One day we’ll be oooooold! 

 

E mais algumas músicas que eu recomendo:

 

 

I said “baby, you can have them – you can have my eyes” tuntz tuntz tuntz!

 

 

She said “Oh my lord, you’re beautiful”

 

 

 

Ela tinha-os grandes lábios grossos, como travesseiros debaixo de suas bochechas. Quando ela falou, uma avalanche rolou sobre eles por trás seus dentes. De repente, o tapete, foi retirado debaixo dos meus pés, quando tentei chegar perto, ela apenas riu e ficou debaixo dos lençóis.

 

Acho que chega,  baixem o CD via torrent  Aqui ! Espero que tenham gostado.

 

A última ceia de Leonardo da Vinci é reproduzida por ícones da música para a Cavalera na coleção de verão “Salvador Rocks”.

Diversos ícones das artes e da música brasileira pousaram para os cliques dos fotógrafos da Cavalera para lançar a sua nova coleção de primavera/verão. Julia Petit, Regina Guerreiro, Fernanda Young, Pitty, Sidney Magal, Pedro Neschling, Emicida, Iggor Cavalera, Facundo Guerra, Viviane Orth, Alex Hornest e Henrique Fogaça foram o time de feras que marcaram presença sendo os ” apóstolos ” da campanha de verão da marca. Segundo Alberto Hiar, diretor de criação da Cavalera, estas pessoas foram convidadas por serem  “autênticas, cada uma com uma particularidade que faz parte do universo da marca”. Já a Santa Ceia faz alusão a cidade inspiradora do tema da nova coleção, Salvador. Tendo em vista o valor à religião dada pelos Bahianos. Tem até vídeo do Making off, ui!

A foto foi inspirada em uma obra famosa de Leonardo da Vinci, chamada A Última Ceia. A obra é, na verdade, um afresco, ou uma pintura feita sobre parede, com base de gesso ou argamassa. Da Vinci realizou esta pintura para a igreja de seu protetor, o Duque Lodovico Sforza, e ela representa a última refeição de Jesus Cristo na companhia de seus apóstolos, evento conhecido como A Santa Ceia. A obra, que se encontra no convento Santa Maria delle Grazie, em Milão, levou três anos até ficar pronta, com o artista se dedicando integralmente à pintura durante todo este tempo (e vai dizer que não valeu a pena?). Com mais de 500 anos de existência, A Última Ceia já sofreu vários danos, desde uma porta aberta em cima da pintura por um padre até bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial, e é cercada de mistérios, especulações e histórias conspiratórias! Na foto da nossa campanha, a única que encarnou um personagem do quadro foi a Fernanda Young, no papel de Maria Madalena.

A Cavalera, como sempre irreverente, fez algo inédito (até onde eu sei) no mundo da moda:  armou sua passarela em meio a um ferro velho, no bairro da Mooca (São Paulo). Ali, modelos desfilaram o verão 2013 da marca entre amontados gigantes de lixo, na manhã de um sábado (dia 16), último dia do SPFW, verão 2013.  Confira algumas imagens do local. Pasmem!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma das apostas da marca para este verão, é a volta às vitrines das bermudas tipo ciclista, super justas. As saias leves com barras onduladas também marcam presença, podendo até mesmo se sobrepor às bermudas.

Os tecidos fluidos vão ultrapassar os babados das saias – que também vêm em versões mullet – e chegar às camisas. Por cima, casacos estruturados completam o look!

Os tecidos fluidos vão ultrapassar os babados das saias – que também vêm em versões mullet – e chegar às camisas. Por cima, casacos estruturados completam o look!

As calças resinadas, destaques da coleção passada, continuam nesta coleção, com novas cores, lavagens e estampas. A fivela grande também desfila por aí nas estações quente 😀

Dê uma conferida nos cliques do desfile:

Este slideshow necessita de JavaScript.

E para fechar as estampas inspiradas nos cenários de Salvador!

Confiram também o vídeo do desfile: