Uma divagação sobre batatas.

Mas o que é a felicidade? Onde está Will Smith pra me responder o que é a tal felicidade? Já pararam pra perceber que a felicidade é mais procurada que bilhete premiado da loteria? A vida é um eterno escambo. Você dá coisas e recebe outras. Se você dá batatas o que se espera é receber coisas melhores que batatas, mas como a vida se chama a vida ela tem que cumprir o dever moral e lógico de te dar cenouras estragadas com verrugas esquisitas. A seguir vem a pergunta que não quer calar: o que fazer com essas cenouras estragadas com verrugas esquisitas? Os otimistas vão tentar aproveitar e fazer um belo purê de cenoura, os pessimistas vão jogar as cenouras fora e as pessoas como eu, vão simplesmente olhar pras cenouras e deixar elas lá onde estão. Outra pergunta que não quer calar é porque receber cenouras estragadas se você deu suas melhores batatas pra pessoa? Qual o problema dessa pessoa em não gostar das suas batatas? Você passou anos e anos cuidando dela com todo amor e carinho. Fugiu do forró, colocou ela pra ouvir The Strokes. Evitou o Fast food e colocou ela pra comer Salada, leu Clarice Lispector e  Bukowski. Baixou a discografia do Chico Buarque, nunca ouviu, mas pelo menos baixou. Você passa a vida inteira polindo a batata e ela simplesmente é jogada no lixo junto com outros vegetais e tubérculos. Do que adianta você dar batatas se a pessoa não tá interessada. Ela quer uma pimenta do reino. E essa pimenta do reino vai irritar os olhos dela, mas quem liga? ela vai continuar querendo a pimenta do reino, não importa se a pimenta do reino gosta de sertanejo universitário, se ela lê revista capricho e assiste domingão do Faustão. A felicidade então é encontrar alguém que goste de batatas e que te encontre em um momento que você tem batatas para oferecer? Vai que a batata tá em falta, você encontra a pessoa perfeita que adora uma batata, mas você está com a batata em falta. Só tem a oferecer umas leguminosas que ninguém gosta e ninguém quer, mas mesmo assim você oferece as leguminosas pela metade do preço e ela aceita assim, suas leguminosas estragadas do jeito que você ofereceu. Será se está aí a tal felicidade? Talvez sim, ou talvez não para o feirante que está perdendo dinheiro com a falta de batatas. Talvez essa divagação toda seja inútil e a felicidade esteja em pequenas coisas na vida, como uma poção de batatas fritas de uma grande rede de Fast Food.

https://i0.wp.com/sd.keepcalm-o-matic.co.uk/i/keep-calm-and-vai-plantar-batatas.png

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Paty Algayer
    dez 17, 2012 @ 00:37:24

    Putz, isso que é uma boa metáfora com batatas! 😛 Adorei o texto, e concordo (eu acho) com tudo! 🙂 Tomara que um dia alguém dê valor a tua batata! hehehehehe
    Bjus!

    Responder

    • umpoucodecafe
      dez 19, 2012 @ 04:25:17

      Poxa vida, obrigado Paty. Fico feliz que tenha gostado. Minhas batatas estão em desvalorização no mercado, mas tô fazendo o possível pra elas se recuperarem e entrarem em processo de valorização, haha. Beijão!

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: